18
Ago
06

Ainda a questão dos aeroportos.

Relato verídico na primeira pessoa :

“Eu voltei, com lágrimas nos olhos. E juro que tentei regressar no dia que tinha planeado (10 de Agosto), mas houve uns “espertinhos” que resolveram fazer com que o meu voo de regresso fosse cancelado, e tive que regressar apenas na 6.ª feira, só que em vez de vir directamente de Londres para Lisboa, tive que ir primeiro ver como estava o tempo em Bruxelas e só depois regressei a Lisboa.
Não foi mau de todo porque tinha voo em Londres às 16:20 e depois em Bruxelas às 19:30, sendo que o voo entre Londres e Bruxelas duraria aproximadamente 50 minutos. Mas o que aconteceu de seguida é que não estava nos planos. O voo saiu de Londres às 17:45 (e não às 16.20 como planeado) e chegou a Bruxelas às 18:40 – isto era o que nós pensávamos – mas na verdade quando o avião aterrou a hospedeira disse que eram 19:40 – Ninguém se lembrou da diferença horária.

RESULTADO: Chegámos às 19:40, e o avião que nos deveria trazer supostamente saia às 19:30. Estão a ver o filme?…………….
Conseguimos visualizar no placard que o voo estava atrasado para as 19:50, mas como a distância entre as 2 gates era de cerca de 15 minutos ( a pé) e ainda passamos por 2 check-in, conseguimos levantar voo às 20:10. Felizmente esperaram por nós, porque para além de nós os 6 ainda existiam outros 4 passageiros que tal como nós bateram o record de velocidade dentro do aeroporto de Bruxelas para virem dormir a casa, mesmo sabendo que as bagagens só viriam no dia seguinte, porque nós corremos, mas as bagagens ainda ficaram no avião, uma vez que o avião que nos trazia para Lisboa já estava tão atrasado que não podia esperar pelo transbordo das bagagens.

Se pensam que a história já acabou, enganam-se. Como vocês devem ter visto nas notícias, quem saía de Londres apenas podia levar para o avião um saquinho de plástico com algumas coisas. Eu só trazia os bilhetes, os documentos pessoais, o porta moedas e uns míseros lençinhos de papel que tiveram de ser retirados da respectiva embalagem de plástico.

Estão a ver a cena: A malta a entrar no avião com destino a Lisboa, com todos os restantes passageiros comodamente sentados no avião a ver-nos a nós desgraçados a entrar completamente suados e com um saquinho de plástico na mão??????? Para não falar do facto de o simpático comandante anunciar que o voo atrasou porque estiveram à nossa espera. Foi mesmo em grande: um avião inteirinho à nossa espera.

O gozo disto tudo foi que chegámos ao aeroporto de Lisboa, sem telemóvel (eu que nem lhe dou grande uso senti imensas saudades dele porque não me conseguia lembrar de nenhum n.º de telefone) e sem chaves de casa.
Teria de certo dormido na rua, não fosse o caso de a minha mãe, felizmente não estar de férias, ter a minha chave de casa. Como consequência, uma das pessoas que viajou connosco teve que ficar em minha casa até ao dia seguinte quando fomos buscar a bagagem ao aeroporto.
Felizmente chegou tudo e sem estragarem nada (incluindo a câmara de vídeo e a máquina fotográfica que tiveram que vir nas malas).”

Sem comentários…

Anúncios

0 Responses to “Ainda a questão dos aeroportos.”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


mário venda nova

contactos:

tlm 965 275 830

skype: elogiodasombra

"eu não quero saber se sou o primeiro a dar a notícia, só me preocupo em ter a informação correcta e fazê-lo bem. Essa é uma pressão diária."

larry king

trabalhos pessoais


mariovendanova.com
[este é o meu sítio pessoal onde estão os meus projectos já consolidados e acabados]

in every kind of light
[aqui estão os rascunhos dos meus projectos correntes e inacabados]

publicação de fotos

todas as fotografias pertencem aos respectivos autores assinalados e são publicadas apenas no estrito interesse do comentário e crítica sobre fotografia.

recursos


Loja 'o elogio' na Amazon
[larga variedade de livros de e sobre fotografia. se comprar via este link recebo uma pequena percentagem.]

Loja 'o elogio' na Amazon.com (EUA)
[igual ao link acima mas para a loja da Amazon EUA, de todas as compras continuo a receber uma pequena percentagem.]

Monochrom
[loja boutique, com artigos que não se encontram noutras lojas. os pápeis de impressão fine-art são bons.]

arquivo

stats