15
Out
07

Seja um fotógrafo mais ‘verde’ (blog action day).

Hoje é o dia de blog action day, um dia em que a comunidade online se junta e coloca nos seus blogues uma entrada sobre o ambiente. É, em face à situação actual do planeta, uma acção que visa sensibilizar e alertar as pessoas sobre o que cada um de nós pode fazer para ajudar o ambiente e o planeta.

Dado que o Elogio é sobre fotografia, a minha entrada versa exactamente sobre o que os fotógrafos podem e devem fazer para ajudar o ambiente. Não é exaustiva mas é uma lista que considero importante e que tento seguir. Por isso aqui está a minha lista sobre como ser um fotógrafo ‘verde’:

1. Recicle:
Esta parece-me evidente mas um fotógrafo produz muito lixo e grande parte pode ser reciclado. Aquela fotografia que a impressora deixou ficar a meio e não sabe porquê? Recicle-a. Guarde as caixas do material que compra, se possível umas dentro das outras para poupar espaço, quando o vender embale-o novamente. Assim aumenta o valor do seu material usado. Não imprime todos os pdf’s que encontra na internet, guarde-os numa pasta no seu computador e imprima aqueles que precisa mesmo de ler; assim poupa tinteiros e papel. Depois de os ler e quando já não precisar deles, recicle-os. Recicle os tinteiros também.

2. Reutilize:
Esta não é tão evidente mas já pensou que quando trocar o seu scanner pode continuar a usá-lo para fotografar (isto partindo do princípio que é um equipamento que digitaliza documentos opacos)? Sim, para fotografar; tire-lhe a tampa, construa uma pequena caixa de cartolina preta e divirta-se a fotografar folhas, naturezas mortas, pequenos brinquedos, etc. O computador que está desactualizado pode muito bem servir para navegar na internet e como apoio para o seu novo computador. E não troque de máquina digital cada vez que sai uma novidade, o seu bolso agradeçe, o planeta também e vai ver que as melhorias na sua fotografia são apenas psicológicas: um brinquedo novo motiva-nos sempre. Arranje outras fontes de motivação: novos temas, novas abordagens, arrisque.
Se não tem uso para o seu equipamento usado, não o deite fora se ainda pode ser usado, entregue-o a uma escola na sua àrea, os miúdos vão adorar.

3. Energia:
Prolongue a vida útil das baterias do seu equipamento. Siga à risca as instrucções do fabricante e se as esgotar não as carregue logo que chega a casa, carregue-as na noite anterior a uma saida para fotografar. Porquê? Simples, as baterias recarregáveis, mesmo não estando a uso, podem perder a carga ao longo do tempo. Eu já fiz a experiência e resulta, em média consigo fotografar quase o dobro das fotografias do que anteriormente e recarrego menos as baterias, prolongando a sua vida útil e gastando menos energia eléctrica.
Já agora desligue aqueles equipamentos que costuma deixar em stand-by: o leitor de cd, o amplificador, o rádio, o leitor de cartões e mp3, o gps, etc.

4. Iluminação:
Procure ter luz directa no seu estúdio ou local onde costuma estar a trabalhar no computador. Se possível substitua as lâmpadas incadescentes por lâmpadas economizadoras, com a vantagem de que estas estão disponíveis numa gama alargada de temperatura de cor e pode escolher um modelo (normalmente à volta do 5000/5500K) que não lhe altera as cores no ecrã.

5. Viagens e viaturas:
Viaje apenas o estritamente necessário e quando o fizer procure transportes alternativos. Se for um fotógrafo de natureza procure partilhar a viatura e fazer a viagem em grupo. Se não tem ninguém para partilhar a viatura, conduza tendo em vista o consumo e não a velocidade ou a rapidez com que faz a viagem, levante-se uns minutos mais cedo, aproveite as vistas e vá nas calmas.
Compre viaturas de baixo consumo, de preferência hibridos e com baixas emissões de CO2. Se tem necessidade de uma viatura 4×4, considere as alternativas mais básicas: o Fiat Panda 4×4 Cross e o Suzuki Jimny. São baratos, consomem pouco e tem emissões reduzidas mas sobretudo não deixam ficar mal quem os utiliza para aceder a zonas menos acessíveis; não são no entanto indicados para o 4×4 puro e duro. Não circule fora dos percursos aprovados, dê o exemplo.

6. Promova as áreas protegidas.
Aproveite a sua arte para divulgar e defender as áreas naturais, lembre-se que o seu trabalho depende delas. Colabore na sua divulgação, ofereça os seus serviços e porque não oferecer algumas fotos também? Lembre-se também que quando faz a divulgação de espécies raras ou em vias de extinção está a chamar a atenção sobre essas espécies, como não sabe que está a ler as suas informações, não divulgue dados que podem revelar a fácil localização dessas espécies.
Quando fotografa em àreas sensíveis faça o possível para não deixar vestígios e não destrua a vegetação, ande pelos caminhos marcados, não corte nem danifique a vegetação só para tornar o seu tema mais atraente: lembre-se a natureza é atraente por ser aleatória, procure a beleza, não a construa.
Inscreva-se em associações de defesa da natureza, sociedades de observação de pássaros e animais. Compre verde, compre marcas que apoiam este tipo de organizações, compre marcas que têm consciência ambiental.

Todos os dias dezenas de espécies são ameaçadas pela extinção, a este ritmo os nossos netos provavelmente já não poderão ser fotógrafos de natureza: já não deve restar nada para fotografar. Cabe-nos a nós tomar pequenas acções que podem ter um impacto profundo quando multiplicadas por milhares de pessoas a fazê-las. Pense nisso…e actue.


2 Responses to “Seja um fotógrafo mais ‘verde’ (blog action day).”


  1. Outubro 15, 2007 às 11:24 pm

    Uma pequena observação.
    No primeiro ponto, referente à reciclagem, estás a referir-te a modos de reutilizar (e não de reciclar), quando dizes para usar novamente a folha que ficou impressa a metade e para guardar as caixas.
    Outra achega é para a sequência de acções que deve ser tomada, a política dos 3 erres. Primeiro deve-se reduzir, depois re-utilizar e apenas em último reciclar.

  2. Outubro 16, 2007 às 8:00 pm

    diogo, obrigado pela correção. Realmente o ambiente está fora da minha zona de conforto mas era mesmo isso que se pretendia no blog action day, que cada um abordasse o ambiente dentro do tópico do seu blog. Acho que é uma acção que deveria ter continuidade.

    Procuro seguir a politica dos 3R mas a tecnologia avança a tal ritmo que é preciso refear o ímpeto de ter sempre o último gadget, por isso não vou adquirir a nova D300, por muita vontade que tenha de o fazer. Tenho uma excelente full-frame parada em casa: uma Nikon F100, só que funciona com filme…

    Um grande abraço, espero as actualizações no Replicação!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


mário venda nova

contactos:

tlm 965 275 830

skype: elogiodasombra

"eu não quero saber se sou o primeiro a dar a notícia, só me preocupo em ter a informação correcta e fazê-lo bem. Essa é uma pressão diária."

larry king

trabalhos pessoais


mariovendanova.com
[este é o meu sítio pessoal onde estão os meus projectos já consolidados e acabados]

in every kind of light
[aqui estão os rascunhos dos meus projectos correntes e inacabados]

publicação de fotos

todas as fotografias pertencem aos respectivos autores assinalados e são publicadas apenas no estrito interesse do comentário e crítica sobre fotografia.

recursos


Loja 'o elogio' na Amazon
[larga variedade de livros de e sobre fotografia. se comprar via este link recebo uma pequena percentagem.]

Loja 'o elogio' na Amazon.com (EUA)
[igual ao link acima mas para a loja da Amazon EUA, de todas as compras continuo a receber uma pequena percentagem.]

Monochrom
[loja boutique, com artigos que não se encontram noutras lojas. os pápeis de impressão fine-art são bons.]

arquivo

stats