31
Out
07

Desafios e objectivos.

Não sigo regularmente aquilo que o Thom Hogan escreve, mas de vez em quando há ali algo que me interessa ou me desperta a atenção. Recentemente Thom publicou um artigo que me interessou e me levou a pensar; o artigo intitulado ‘qual é o seu objectivo?’ traça uma série de considerações sobre o facto de muitos fotógrafos, profissionais ou amadores, não estabeleçerem objectivos para o seu trabalho e quais são as consequências desse facto.

Aproveitei o facto de ir comprar uma impressora para perceber realmente os desafios que enfrento para, no meu caso, elevar o nível das minhas fotografias e traçar objectivos para vençer esses desafios.

O meu principal desafio é a falta de tempo. Sou empregado bancário, sou marido, sou fotógrafo, gosto de ler, ver filmes e ouvir música. E escrevo neste blogue. Preciso de me organizar para encaixar isto tudo nas 24 horas que cada dia tem, portanto o meu maior desafio para 2008 é organizar o tempo disponível para fazer tudo o que gosto. Preciso de retirar umas horas por semana para seleccionar, editar e imprimir fotografias. Segundo desafio para 2008 é aumentar o impacto das minhas fotografias, inovando e arriscando mais. Para isso estou a apostar nos livros da Rockynook para o alcançar. Comprei também um DBook da D200 para aprender a tirar partido a 100% da minha máquina e obter melhores fotos, se conseguir esquecer a máquina a única coisa que fica entre mim e uma boa fotografia é ‘apenas’ o meu olhar. Depois vem a impressão como a meta a alcançar para conseguir gerir as minhas imagens desde a captura até à impressão, obtendo assim o controlo total.

Entretanto tenho-me questionado porque fotografo, como o faço, que mensagem quero transmitir e como melhor a transmitir. São as respostas a estas perguntas que uma vez respondidas podem fazer toda a diferença, pelo menos no meu caso, entre uma boa fotografia e uma fotografia competente. E não são exactamente a mesma coisa, é esse o principal problema que enfrento e eis a diferença segundo Susan Sontag (1):

In photography’s early decades, photographs were expected to be idealized images. This is still the aim of most amateur photographers, for whom a beautiful photograph is a photograph of something beautiful, like a woman, a sunset.(…) And since the 1920s, ambitious professionals, those whose work gets into museums, have steadily drifted away from lyrical subjects, conscientiously exploring plain, tawdry or even vapid material.

São estes os meus desafios para 2008. Os meus objectivos para 2008 são: melhores fotografias, imprimir com qualidade e participar em mais concursos. Quantificando: quero fazer, pelo menos, cinco fotografias de que me orgulhe e que sobressaiam pela sua qualidade técnica e impacto, dessas cinco fotografias quero vender uma de cada em A3+, quero participar no concurso da Epson, do National Geographic e da Nikon, além de outros que surjam e quero ver se consigo fazer a minha segunda exposição. Está dito e no final de 2008 é fazer o balanço.

Links:
What’s your goal? por Thom Hogan.
Nikon D200 DBook (Rockynook).
Closeup shooting (Rockynook).
From camera to print – Luminous Landscape.

(1) Cit. do livro ‘On photography’ © Penguin Classics 1977.


4 Responses to “Desafios e objectivos.”


  1. Outubro 31, 2007 às 3:36 pm

    Achei bastante interessante o artigo que o Mário escreveu. Até porque concordo com o facto de, se estabelecermos alvos plausíveis, mais facilmente conseguimos melhorar. Pela vida que tem, acho que o devo elogiar pela qualidade das fotos que tira e pela frequência com que actualiza este espaço. Mas claro que todos nós podemos melhorar e apostar no nosso trabalho.
    Parabéns e espero que consiga alcançar os seus objectivos!

  2. Novembro 1, 2007 às 5:18 pm

    Mas claro que todos nós podemos melhorar e apostar no nosso trabalho.

    Tiago, qual é a diferença entre um amador e um profissional? É a atitude. Sobretudo nos tempos de hoje em que o material está cada vez mais barato e todos temos acesso aos topos de gama com alguma facilidade. Eu substituía o podemos por temos: todos temos que melhorar e apostar…Se não apostamos no nosso trabalho isso nota-se e não há nada pior do que fazer as coisas apenas porque temos que as fazer. Apesar de não ser um grande fã do Ansel Adams uma coisa lhe reconheço: a perseverança. Esperava horas pela luz certa e se não a conseguia nesse dia, voltava no dia seguinte, voltava as vezes necessárias até conseguir a foto que tinha em mente. Dizia também que não havia nada pior do que o uma foto perfeita de uma ideia tosca (there’s nothing worst than a sharp picture of a fuzzy idea), e para conseguir fotos perfeitas é preciso praticar, saber esperar, inspiração e creatividade. Talvez se resuma a 90% de transpiração e 10% de inspiração, quem sabe? A sorte tem alguma a ver com isto mas pouco.

    Quanto ao resto procuro sempre que posso ir fotografar, procuro ter um bom bloco de notas e como gosto de trekking aproveito para juntar as duas coisas. Reconheço que levantar-me ao sábado de manhã às 6 da manhã não é própriamente agradável mas faço-o porque corro por prazer. Ao manter actualizado este blogue vou-me também mantendo actualizado, o que ajuda bastante; conhecer outros pontos de vista, ter contacto com o que de melhor se vai fazendo, ver o material novo que vai saindo, etc. É um dois em um!

    E Tiago espero pelos vossos objectivos para 2008!

    Um grande abraço.

  3. Novembro 2, 2007 às 3:08 am

    Pelo que conheço, acho que são objectivos que vais alcançar. Todos menos o do tempo — para os “neo-renascentistas” desta época digital, é guerra perdida.

  4. Novembro 2, 2007 às 9:58 am

    Rui, mais uma vez obrigado pela confiança no meu trabalho. São objectivos ambiciosos mas o meu trabalho precisa de dar um passo em frente e é nisso que me vou concentrar durante o próximo ano. Vamos ver se serei bem sucedido.
    Quanto ao tempo é uma batalha quase perdida, ainda não perdi a esperança de me conseguir organizar totalmente. Mas suspeito que será muito complicado.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


mário venda nova

contactos:

tlm 965 275 830

skype: elogiodasombra

"eu não quero saber se sou o primeiro a dar a notícia, só me preocupo em ter a informação correcta e fazê-lo bem. Essa é uma pressão diária."

larry king

trabalhos pessoais


mariovendanova.com
[este é o meu sítio pessoal onde estão os meus projectos já consolidados e acabados]

in every kind of light
[aqui estão os rascunhos dos meus projectos correntes e inacabados]

publicação de fotos

todas as fotografias pertencem aos respectivos autores assinalados e são publicadas apenas no estrito interesse do comentário e crítica sobre fotografia.

recursos


Loja 'o elogio' na Amazon
[larga variedade de livros de e sobre fotografia. se comprar via este link recebo uma pequena percentagem.]

Loja 'o elogio' na Amazon.com (EUA)
[igual ao link acima mas para a loja da Amazon EUA, de todas as compras continuo a receber uma pequena percentagem.]

Monochrom
[loja boutique, com artigos que não se encontram noutras lojas. os pápeis de impressão fine-art são bons.]

arquivo

stats