19
Dez
07

The ninth floor – um olhar sobre a realidade.

oedsChegou-me finalmente à mão o livro da Jessica Dimmock, ‘the ninth floor’. Às vezes não há nada como uma boa dose de realismo e realidade para esquecermos todas as discussões sobre o que é a fotografia hoje ou ontem e nos concentrarmos no essencial: a força das imagens. É certo que a técnica é essencial mas uma fotografia de excelente recorte técnico e sem alma é apenas um jogo de malabarismo e de demonstração do uso de ferramentas, nada mais. E realmente não me lembro de um projecto recente que me tivesse tocado da maneira como este me tocou, mais do técnica este livro transpira emoção e dedicação como já não via desde o excelente ‘satellites’ do Jonas Bendiksen.

Jessica Dimmock conheceu numa das suas deambulações a fotografar em Nova Iorque, um dealer de droga que a introduzir num nono andar de um prédio da cidade onde vivia um pequeno grupo de viciados em droga, das mais variadas proveniências e idades. Rapidamente Jessica viu uma oportunidade de agarrar nesta história e fazer deste grupo o seu tema principal para o seu primeiro projecto enquanto estudante de fotografia. Decidiu conhecer, conviver e trabalhar no seio deste grupo, não como um elemento de fora que chega, faz o seu trabalho e sai mas acompanhando-os dia-a-dia, na sua intimidade, e eles – talvez percebendo que Jessica poderia ser a sua voz, a voz que não têm – aceitaram a sua presença e alhearam-se completamente da presença da câmara e da razão pela qual ali estavam ambas, fotógrafa e câmara – fotografar. Assim num estado de alienação perante a câmara, todo este conjunto se passou a movimentar como se a fotógrafa fosse um deles, alguém que estava ali e que pertencia ao grupo. E esta intimidade, este desprendimento perante as câmara, resulta em imagens com uma força tal que facilmente nos sentimos no local, a ver e a sentir a dor dos intervenientes. Não é um livro fácil, não só pela temática mas também porque Jessica Dimmock conseguiu fugir ao estereótipo do retrato dos pobres desgraçados agarrados à droga. Muitas vezes o olhar dos intervenientes vagueia por mundos que estão longe da nossa realidade, perdidos em sonhos indecifráveis, apenas para repousarem após mais uma dose que os leva de volta ao seu mundo de fantasia. Mas quando este seu mundo choca com a realidade, quando é preciso fazer algo para obter dinheiro para nova dose, então toda a noção de humanidade desaparece: prostituição, pedir esmola, roubar, tudo serve para chegar à nova dose. Desenganem-se se acham que estas decisões são tomadas de ânimo leve: há um confronto, uma réstia de esperança que rapidamente se transforma em raiva e que transborda para os restantes – vêm-se várias discussões e lutas entre casais e residentes – o ambiente é de completo caos e ruína; por todo o apartamento está espalhado todo o tipo de lixo: mobiliário partido, roupa, embalagens – tudo o que possam imaginar. Há no entanto momentos onde se vêm sorrisos ternos e inocentes (grande partes dos residentes são jovens, alguns muito jovens), como se no fundo a esperança de saírem dali ainda não estivesse completamente perdida.

Há neste livro um relato que me tocou particularmente, um casal que teve um filho e que já nasceu dependente da droga, a mãe grávida injectava-se regularmente e o filho recebeu a droga via cordão umbilical. É talvez a única vitima inocente no meio deste caos, o único que dependia de drogas não por opção mas por obrigação, por não ter outra hipótese.

O livro não se destaca pela técnica nem pelo domínio do Photoshop, antes pelo contrário: enquadramentos estranhos, ruído, imagens desfocadas, tremidas, etc. Mas destaca-se pela alma que consegue colocar em cada fotografia, cada uma delas conta uma história, sem querer ser o foco da atenção; não, o foco está centrado naquelas pessoas, na sua história e drama. Fotografias com uma carga emocional e dramática, sem lamechices e lágrimas de crocodilo (passe a expressão), como já não via há um bom tempo, longe do glamour da passarela ou do brilho das celebridades, aqui Jessica Dimmock mostra pessoas reais com um vida real e imperfeita. No texto final, a fotógrafa desvenda algumas das histórias dos intervenientes e da motivação que a levou a realizar este trabalho durante três anos num texto bem escrito e que lança um olhar muito interessante sobre este seu trabalho.

Se o encontrarem, a Fnac já o tem em importação, não percam a oportunidade de o folhearem e de ter na mão o melhor livro de fotografia de 2007 (o satellites é de 2006). Já estraguei a surpresa, por isso já sabem qual é o melhor livro de fotografia de 2007 na minha opinião.
Custa 45€ e pode ser encontrado na Fnac, Amazon uk e em algumas boas livrarias. Ganhou o prémio de melhor livro de fotografia ‘International Award for concerned photography’ e foi apoiado pela Fabrica, que pertence ao grupo Benneton. Mais informação pode ser consultada no sítio da editora, a Contrasto e no sítio da FFF.


2 Responses to “The ninth floor – um olhar sobre a realidade.”


  1. 1 Eduardo Cruz
    Fevereiro 19, 2008 às 10:48 am

    Não consegui ainda arranjar o livro, mas tive a oportunidade de ver as fotos no site e na revista Photo e fiquei fascinado com este trabalho.

    Obrigado por partilhares.

  2. Fevereiro 19, 2008 às 8:31 pm

    É um excelente livro e encontra-se na FNAC ou na Amazon.co.uk, experimente num destes locais.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


mário venda nova

contactos:

tlm 965 275 830

skype: elogiodasombra

"eu não quero saber se sou o primeiro a dar a notícia, só me preocupo em ter a informação correcta e fazê-lo bem. Essa é uma pressão diária."

larry king

trabalhos pessoais


mariovendanova.com
[este é o meu sítio pessoal onde estão os meus projectos já consolidados e acabados]

in every kind of light
[aqui estão os rascunhos dos meus projectos correntes e inacabados]

publicação de fotos

todas as fotografias pertencem aos respectivos autores assinalados e são publicadas apenas no estrito interesse do comentário e crítica sobre fotografia.

recursos


Loja 'o elogio' na Amazon
[larga variedade de livros de e sobre fotografia. se comprar via este link recebo uma pequena percentagem.]

Loja 'o elogio' na Amazon.com (EUA)
[igual ao link acima mas para a loja da Amazon EUA, de todas as compras continuo a receber uma pequena percentagem.]

Monochrom
[loja boutique, com artigos que não se encontram noutras lojas. os pápeis de impressão fine-art são bons.]

arquivo

stats