28
Maio
08

Tempos difíceis…

O brutal aumento do petróleo, da taxa euribor e do custo de vida tem implicações na fotografia e, especialmente, na vida de um fotógrafo. Deixando de lado as explicações sobre os porquês de tais aumentos, o aumento dos combustíveis tem um impacto significativo sobre o trabalho de um fotógrafo que necessite de se deslocar frequentemente para fotografar. Assim existem duas soluções:
a) Evitar as deslocações grandes, excepto em casos muito pontuais. Tem duas vantagens – consumo menor de combustível e menor impacto ambiental. Por outro lado o trabalho produzido pode sofrer com este contrangimento e as deslocações para locais mais próximos não significam automaticamente lugares melhores.
b) Aumentar o preço do trabalho. Cobrar mais para receber o mesmo pode de repente compensar mas num cenário de crise é algo que tem que ser perfeitamente controlado para que não o resultado não seja o contrário do desejado – manter o negócio. Cobrar mais e trabalhar menos nem sempre é bom negócio, já o contrário cobrar menos e trabalhar mais pode ser outra via a seguir mas é igualmente arriscado, o ideal será manter os preços enquanto seja possível.

Posto numa palavra só: downsizing. Primeiro e de imediato, reduzir o supérfluo, e o que é supérfluo depende muito de cada um, depois reduzir aquelas pequenas dívidas que minam o orçamento – o cartão de crédito, por exemplo – e no final equacionar tudo o que é grande despesa: casa (consegue negociar o spread com o seu banco? óptimo, faça-o), carro (consome muito? compre um modelo mais económico). O carro e o equipamento têm um peso considerável no orçamento de um fotógrafo, por isso uma nova aquisição tem que ser pesada em função do custo/benefício nos tempos que correm.
Depois pode tentar reduzir aqueles pequenos custos invisíveis: reduzir gastos de electricidade, deixar de imprimir apenas porque quer ver o ‘boneco’ no papel, comprar pilhas recarregáveis para o rato, teclado, leitor de mp3, etc., reduzir nas assinaturas de revistas que nunca lê, e sobretudo se vende as suas impressões pesquise muito bem o mercado dos papeis, a oferta é tanta e variada que pode poupar bastante apenas se trocar de marca.

A crise instalada no nosso país (há já vários anos, diria eu) tem sido devastadora nos pequenos negócios e muito só se aguentam por pura carolice dos empresários que insistem apesar de tudo em tentar levar o negócio em frente, em muitos casos sem sucesso. A fotografia não é encarada como um bem essencial num país onde a cultura é muito mal tratada (mas algum dia foi bem tratada?) e cuja economia cresce umas escassa milésimas de ponto percentual todos os anos – eu arrisco dizer que está estagnada há já vários anos; os tempos áureos de vender obras de arte como gelados em tempo de verão são bem capazes de terem terminado mas um mercado reduzido traz novas oportunidades aos bons artistas que podem reinventar o seu conceito de negócio seguindo o exemplo de Jen Berkman com o seu muito original 20×200.


2 Responses to “Tempos difíceis…”


  1. Maio 28, 2008 às 3:04 pm

    Olá
    Boas dicas…é o tema do momento. Ninguém pode ficar indiferente.
    Podemos ser mais rigorosos e auto-disciplinados. Entre o comum do português ainda há muito individualismo, a inveja e o respeitinho balofo e irritante antes e depois de Eça…
    Um abraço ecocêntrico

  2. Maio 28, 2008 às 9:31 pm

    Olá João, este é mesmo o tema do momento. Ainda agora mais uma notícia de mais um aumento dos combustíveis…

    Um abraço para o BioTerra!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


mário venda nova

contactos:

tlm 965 275 830

skype: elogiodasombra

"eu não quero saber se sou o primeiro a dar a notícia, só me preocupo em ter a informação correcta e fazê-lo bem. Essa é uma pressão diária."

larry king

trabalhos pessoais


mariovendanova.com
[este é o meu sítio pessoal onde estão os meus projectos já consolidados e acabados]

in every kind of light
[aqui estão os rascunhos dos meus projectos correntes e inacabados]

publicação de fotos

todas as fotografias pertencem aos respectivos autores assinalados e são publicadas apenas no estrito interesse do comentário e crítica sobre fotografia.

recursos


Loja 'o elogio' na Amazon
[larga variedade de livros de e sobre fotografia. se comprar via este link recebo uma pequena percentagem.]

Loja 'o elogio' na Amazon.com (EUA)
[igual ao link acima mas para a loja da Amazon EUA, de todas as compras continuo a receber uma pequena percentagem.]

Monochrom
[loja boutique, com artigos que não se encontram noutras lojas. os pápeis de impressão fine-art são bons.]

arquivo

stats