30
Jun
08

Annie Leibovitz, rumores & final de férias.

Chego de férias e já com as ideias arrumadas e pronto para mais uns largos meses de trabalho, recordo alguns momentos interessantes e outros que aí vêm.

Primeiro não posso ignorar o documentário ‘life through a lens‘ sobre a Annie Leibovitz, transmitido por estes dias pela :2. Reconheço a minha falta de afeição pelas fotografias desta artista mas não deixo de lhe reconhecer valor e mérito, muito para além do normal e que a transforma numa das fotógrafas mais influentes dos nossos dias. Annie construiu uma carreira notável, com um percurso desde a fotoreportagem até ao seu trabalho actual de estúdio, é autora de algumas das mais notáveis fotografias do séc XX (nomeadamente a célebre fotografia de John Lennon deitado nú em cima da Yoko Ono e que foi tirada cinco horas antes de ser assassinado) e sobretudo é alguém que tem tirado partido como poucos de todos os recursos que a tecnologia tem colocado ao nosso dispor. Annie tanto está à vontade com uma máquina 35mm analógica como com um médio-formato digital de ponta, o que significa que usa a tecnologia que mais lhe convém para atingir o objectivo a que se propôe em cada sessão.
Houve no entanto algo que me interessou bastantye no documentário e que está ligado ao seu último livro – A Photographer’s Life: 1990-2005 – e que se prende com as fotografias que foram selecionadas para o mesmo. Este livro contém algumas das melhores fotografias de Annie Leibovitz mas também uma parte significativa da sua vida pessoal dos últimos anos, sobretudo da sua relação com Susan Sontag. Annie Leibovitz não consegue dissociar o seu trabalho da sua vida pessoal porque é a fotógrafa que é pelo facto de ser a pessoa que é e que por isso documentar e divulgar a sua vida pessoal através das fotografias que vai fazendo no seu dia-a-dia é apenas um acto de mostrar a pessoa atrás da lente. Não é facto inusitado esta exposição da vida pessoal, embora neste caso a esfera intíma é quase sempre preservada, e tem sido quase um dos grandes paradigmas da fotografia contemporânea mas aqui tudo é feito com naturalidade, como qualquer um de nós fotografa e guarda as sua memórias; assim Annie Leibovitz assume-se nesse aspecto como alguém que apenas recoljhe e guarda instantâneos para mais tarde recordar. A diferença claro está em quem está por trás da lente e tudo, mesmo os instantâneos, tem a sua mão de mestre. O normal dela é o nosso sublime.
O lado interessante deste aspecto da fotografia de Annie Leibovitz é que mesmo o banal pode ser muito bom e que neste caso a exposição da sua vida pessoal não é um fim em si mas um meio de conhecer a fotógrafa, muito diferente da recente explosão de auto retratos do quotidiano que abundam um pouco por todo o lado e que se estão a tornar banais.
A nossa vida é inseparavél do fotógrafo/a que somos, sem dúvida, mas como mostrar o que somos sem mostrar demasiado?…
Se tiverem curiosidade podem espreitar um pouco do documentário no Youtube.

Depois da arte a técnica…
Cheguei de férias no meio de um autêntico furacão de rumores sobre o lançamento de novas máquinas por parte da Nikon, sobretudo de uma pseudo concorrente da Canon 5D. Reconheço que a notícia me apanhou de surpresa, não por que não o tivesse já previsto mas pelo timing escolhido. A minha clara aposta era a Photokina mas o mercado tem razões que a razão desconhece. O facto de se falar de uma sucessora para a 5D já há algum tempo de facto pode ter acelerado as coisas por parte da Nikon e assim o timing faz todo o sentido. Provavelmente saberemos em concreto dentro dos próximos dias, talvez até nas próximas horas.
Há no entanto algo que não entendo e talvez não seja confirmado: a nova máquina terá a designação de D700 o que na terminologia Nikon não tem sentido nem lógica, o lógico seria de facto D400. Outra coisa que assusta é que uma ano depois de a marca nipónica ter introduzido novas máquinas, está agora a fazer chegar mais novos modelos que vão reforçar o seu catálogo. Apesar de serem modelos complementares e não substituição de anteriores não deixa de ser uma clara indicação de que o mercado da fotografia está a encaminhar-se para ciclos de vida muito próximos da informática e a novidade de hoje é o arcaico de amanhã. Quem compra máquinas de 7.000 e 8.000€ corre o risco de ver parte substancial do seu investimento desaparecer não pelo uso mas pela substituição do equipamento por novo modelo; ora isto cria uma pressão que não é sustentável para os amadores ‘exigentes’, esses – e já não é a primeira vez vez que o digo aqui – têm cada vez mais na gama média um aliado precioso, fazem o que as máquinas profissionais fazem por uma fracção do preço. Hoje, mais do que nunca, as máquinas fotográficas são elementos descartáveis.

Termino hoje as minhas férias e apesar de não ser ter notado muito por aqui regresso à actividade regular neste blogue. Novidades e mais divagações se seguem…


0 Responses to “Annie Leibovitz, rumores & final de férias.”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


mário venda nova

contactos:

tlm 965 275 830

skype: elogiodasombra

"eu não quero saber se sou o primeiro a dar a notícia, só me preocupo em ter a informação correcta e fazê-lo bem. Essa é uma pressão diária."

larry king

trabalhos pessoais


mariovendanova.com
[este é o meu sítio pessoal onde estão os meus projectos já consolidados e acabados]

in every kind of light
[aqui estão os rascunhos dos meus projectos correntes e inacabados]

publicação de fotos

todas as fotografias pertencem aos respectivos autores assinalados e são publicadas apenas no estrito interesse do comentário e crítica sobre fotografia.

recursos


Loja 'o elogio' na Amazon
[larga variedade de livros de e sobre fotografia. se comprar via este link recebo uma pequena percentagem.]

Loja 'o elogio' na Amazon.com (EUA)
[igual ao link acima mas para a loja da Amazon EUA, de todas as compras continuo a receber uma pequena percentagem.]

Monochrom
[loja boutique, com artigos que não se encontram noutras lojas. os pápeis de impressão fine-art são bons.]

arquivo

stats