18
Nov
08

Lavazza 2009.

l3
© Lavazza/Annie Leibovitz

Aí está o mais famoso e conhecido calendário, o calendário Lavazza 2009. Na tradição dos anteriores o deste ano, 2009, conta com a colaboração de um fotógrafo de renome internacional: Annie Leibovitz.

Este ano no entanto acho as imagens que constituem o calendário com alguma falta de rasgo criativo, como se não fossem capazes de se desligar dos lugares-comuns a que estão ligadas pela força do tema: Itália. Nas imagens encontramos os lugares e artistas mais conhecidos e mais divulgados de Itália: a fonte de Trevi, Veneza, o romantismo, a lenda da formção de Roma, Da Vinci, a pasta, a moda…O que talvez mais me incomoda é o literalismo exagerado das imagens que assim deixam pouco espaço a uma leitura mais imaginativa por parte de quem visiona as imagens. Reconheço que a marca de Annie Leibovitz, sobretudo nos últimos anos, não recolhe uma particular simpatia da minha parte mas colocando esse facto importante de lado por um momento não consigo ter uma resposta emocional a estas imagens. Talvez por esse facto não acho o conjunto particularmente interessante, mesmo e apesar de toda a mestria de Leibovitz; no entanto foi-lhe entregue uma tarefa muito castradora, com um objectivo muito específico e dado que remete para a identidade nacional – não esquecer que a Lavazza é uma marca italiana – é um tema difícil de abordar. Como descrever Itália em imagens era de facto algo que se prestava a alguns lugares-comuns e lamento que Leibovitz não lhes tenha consegudo escapar. As imagens francamente têm a sua mais-valia na técnica – magistral diga-se – do que no seu conteúdo, demasiado formal e respeitador de um sem número de estereotipos que definem Itália e que assinalei anteriormente, Leibovitz poderia pegar em alguns temas e seguir um caminho mais criativo mas não o consegue, preferindo suportar-se na técnica, deixada vísivel (demasiado na minha opinião) para que a mesma assuma a coluna central deste trabalho; não deveria ser assim mas é algo que a fotógrafa assumiu. Passando a primeira imagem, que tem um impacto muito interessante, e que está reproduzida no início deste texto, todas as que se seguem carecem de algo mais distintivo, mais forte se quiserem, do que a reverência que Leibovitz demonstra e que de facto nunca chega a ultrapassar.

Tecnicamente é uma obra de arte, a nível conceptual também mas isso não invalida que os resultados estejam abaixo do esperado. A fasquia com Leibovitz está sempre tão alta que qualquer trabalho é exageradamente analisado, escrutinado e desmontado, o que não significa que as críticas não devam ser exercidas de um modo isento. Mas é díficil criticar Leibovitz de ânimo leve, sem ponderar anos de carreira e sucessos repetidos.

l1
© Lavazza/Annie Leibovitz


0 Responses to “Lavazza 2009.”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


mário venda nova

contactos:

tlm 965 275 830

skype: elogiodasombra

"eu não quero saber se sou o primeiro a dar a notícia, só me preocupo em ter a informação correcta e fazê-lo bem. Essa é uma pressão diária."

larry king

trabalhos pessoais


mariovendanova.com
[este é o meu sítio pessoal onde estão os meus projectos já consolidados e acabados]

in every kind of light
[aqui estão os rascunhos dos meus projectos correntes e inacabados]

publicação de fotos

todas as fotografias pertencem aos respectivos autores assinalados e são publicadas apenas no estrito interesse do comentário e crítica sobre fotografia.

recursos


Loja 'o elogio' na Amazon
[larga variedade de livros de e sobre fotografia. se comprar via este link recebo uma pequena percentagem.]

Loja 'o elogio' na Amazon.com (EUA)
[igual ao link acima mas para a loja da Amazon EUA, de todas as compras continuo a receber uma pequena percentagem.]

Monochrom
[loja boutique, com artigos que não se encontram noutras lojas. os pápeis de impressão fine-art são bons.]

arquivo

stats