28
Jun
09

iPod + iTunes.

Desde que comprei o iMac em 2006 nunca fiz um uso intensivo do iTunes. Posteriormente comprei um iPod Nano de 2Gb e comecei a usar mais a aplicação mas foi após ter comprado um iPod Touch 32Gb em Dezembro de 2008 que uma revolução digital se instalou na minha vida de forma categórica.

Abro um pequeno parênteses para dizer que tenho uma aparelhagem hi-fi de excelente som, da marca inglesa Rega, que vai desde um prato gira discos até às colunas. Posso afirmar que conheço música e som de uma forma bastante competente. Fecho parênteses.

Até 2007 o grosso das minhas aquisições eram feitas em suporte vinil e muito raramente CD. Mas num apartamento o espaço é coisa que não cresce e comecei-me a confrontar com uma situação difícil de ultrapassar: onde colocar os discos. Sempre preferi o vinil ao CD, de longe o suporte analógico é melhor: melhor som, melhor controlo de baixos e menos estridência nos agudos. Mas tem desvantagem claras, nomeadamente o espaço que ocupa e a manutenção. Fast foward para 2009…

iPod 2iPod Touch 32Gb + auscultadores Etymotic ER-4P

Lentamente comecei a migrar a minha colecção de CD’s para o iTunes em formato mp3 que depois se transformou em AAC 320kbps e que substituiu os mp3, as capas foram digitalizadas e adicionadas aos discos. De repente tinha em mãos um biblioteca de mais de 90Gb em AAC de alta resolução, um iPod de alta qualidade mas uma corrente é apenas tão forte quanto o seu elo mais fraco que neste caso são os auscultadores brancos (feitos pela Sony) que equipam de base todos os iPod’s. É impossível obter bom som daquilo mas por cerca de 25€ também não se esperam milagres.
De facto o meu propósito era tirar o maior partido possível do conjunto iPod+iTunes e dos ficheiros em AAC 320kbps por isso não foi difícil chegar à conclusão que investir nuns bons auscultadores era o caminho a seguir. Chegar próximo do som hi-fi que conheço da minha aparelhagem seria uma meta quase louca mas nada como tentar.
Conheço a fama dos Etymotic já de longe e depois de ler as análises ao seu som – equilibrado, um pouco abafado nos baixos e com uns agudos soberbos – comprei através do Russ Andrews uns ER-4P. Primeiro de tudo são auscultadores intra-auriculares, que quer dizer que ficam dentro do ouvido, segundo isso pode trazer alguns problemas de adaptação porque ficam dentro do ouvido, bloqueiam o som externo (por isso não os deve usar na rua!) e inicialmente fazem alguma impressão. A colocação também é inicialmente estranha… O preço também não é suave: 200€.

iPod 1Etymotic ER-4P

Mas a pergunta fundamental é: qual a qualidade do conjunto iPod Touch 32Gb + auscultadores Etymotic ER-4P em termos sonoros? Hoje é 28 de/Jun e de repente percebo que este ano ainda não liguei a aparelhagem de som… E continuo a ouvir e a comprar música. Espero que isto responda à questão anterior.
O som do conjunto em ficheiros AAC de 320kbps – ou no formato AAC de 256kbps da loja iTunes (+) – é pura e simplesmente excelente. Uma gama dinâmica boa, que permite ouvir um trio acústico ou uma sinfonia, uma separação dos instrumentos eficaz e coerente fazem deste conjunto uma clara opção para quem gosta de ouvir música.

Em ‘Exit music (for a film)’ do álbum dos Radiohead ‘Ok computer’ a dicção do Thom Yorke é perfeitamente perceptível bem como todos os trejeitos de voz, a guitarra no fundo é sempre audível apesar de todas as ‘camadas sonoras que compõe a canção, a partir do minuto 2:50 a bateria entra e o pratos são nítidos e bem recortados. Do mesmo álbum ‘Karma police’ é outro exemplo da musicalidade e ritmo do conjunto, nada se perde, nada soa fora do sítio, com a secção ritmica a segurar a canção e o piano a conduzir a melodia.
Do álbum ‘Central reservation’ da Beth Orton – um dueto com Terry Callier – o xilofone é tão definido que soa real, o dedilhar das cordas do contrabaixo tem o ressonar tão próprio deste instrumento e as vozes são reproduzidas de tal forma que se sente as pequenas alterações de intensidade que o duo lhes imprime, a partir do minuto 4:55 o ritmo que o duo impõe acompanhado dos instrumentos seria o suficiente para transformar a canção numa cacofonia imperceptível mas o iPod+Etymotic segura-se bem e faz uma separação impecável dos instrumentos e voz. Do mesmo álbum a canção ‘blood red river’ é um pequeno rodopio de emoção e intrumentação simples – voz+guitarra acustica+secção cordas – com a voz colocada à frente, a guitarra acústica ligeiramente atrás e à esquerda e a secção de cordas mais atrás e à direita. O ressoar da caixa da guitarra é espantoso e as inflexões da voz de Beth é reproduzido de forma que o ‘feeling’ da canção não se perde.
Em estilos mais musculados, o rimo e o tempo nunca se desviam para longe do original mantendo assim a estrutura ritmica da canção, ‘7/4 shoreline’ dos Broken Social Scene em dueto com Feist é outro bom exemplo reproduzida com aquele ‘ritmo’ que nos faz bater o pé e tocar guitarra no ar. ‘Bone machine’ dos extintos Pixies é outro exemplo de ritmo e coesão.

Habituado a ouvir a música que gosto e compro num sistema onde todas a minudências musicais de cada faixa são reveladas à lupa reconheço que este combo – iPod Touch + Etymotic – me surpreendeu e muito. Consegue de forma consistente entregar um som coeso, ritmado e musical. Apesar de reconhecer que um sistema mp3+auscultadores por cerca de 599€ não é para todos, e neste ambiente de crise ainda se torna mais difícil recomendá-lo, face aos resultados obtidos não posso de lhe dar a minha recomendação total para quem gosta de música e bom som. Para quem quer portabilidade e tem uma colecção de Cd’s alargada, a transformação destes em AAC de 320Kbps (apesar do espaço virtual que ocupam) é a forma mais eficiente de ter a sua biblioteca à mão e bom som ao mesmo tempo. O conjunto é assim tão bom. Substituí um bom sistema hi-fi? Não, mas é um excelente complemento.


0 Responses to “iPod + iTunes.”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


mário venda nova

contactos:

tlm 965 275 830

skype: elogiodasombra

"eu não quero saber se sou o primeiro a dar a notícia, só me preocupo em ter a informação correcta e fazê-lo bem. Essa é uma pressão diária."

larry king

trabalhos pessoais


mariovendanova.com
[este é o meu sítio pessoal onde estão os meus projectos já consolidados e acabados]

in every kind of light
[aqui estão os rascunhos dos meus projectos correntes e inacabados]

publicação de fotos

todas as fotografias pertencem aos respectivos autores assinalados e são publicadas apenas no estrito interesse do comentário e crítica sobre fotografia.

recursos


Loja 'o elogio' na Amazon
[larga variedade de livros de e sobre fotografia. se comprar via este link recebo uma pequena percentagem.]

Loja 'o elogio' na Amazon.com (EUA)
[igual ao link acima mas para a loja da Amazon EUA, de todas as compras continuo a receber uma pequena percentagem.]

Monochrom
[loja boutique, com artigos que não se encontram noutras lojas. os pápeis de impressão fine-art são bons.]

arquivo

stats