02
Set
09

Monografias: investimento ou livro?

Um artigo recente do The Guardian chamava a atenção para o facto do mercado de livros de fotografia, nomeadamente as monografias, ser neste momento um mercado apetecível para investir. Embora em abono da verdade o artigo se concentrar nas edições epeciais de luxo limitadas, é interessante olhar para o mercado das monografias como um investimento em arte, tal e qual um investimento nas obras em si. Antes de iniciar esclareço desde já que este meu artigo não é de forma alguma um incentivo à compra de monografias ou ao investimento em arte apenas por investir mas com algum cuidado e particular atenção de cada um pode ser possível construír uma biblioteca de monografias e investir para realizar mais-valias ao mesmo tempo.

Qual o depósito a prazo ou aplicação financeira deu no último ano 200% de lucro com um investimento inicial de 100€? Que eu conheça nenhuma. Mas quem adquiriu o livro do Alec Soth Sleeping by the Mississipi (Ed. Steidl) no seu lançamento por cerca de 100€ pode perfeitamente vendê-lo hoje por 300€. Exemplos remontam à década de 80 e 90 onde comprar primeiras edições de fotógrafos famosos se veio a revelar anos mais tarde um excelente investimento, os exemplos do Big Nudes do Helmut Newton e o Exils do Koudelka são apenas dois. As edições originais estão esgotadas (de 1990 a de Newton e de 1988 a de Koudelka que aliás ganhou o prémio de melhor livro de fotografia do ICP em 1989) e é possível comprar essas edições a preços que rondam os 600€ (usados) sendo que as edições mais recentes se conseguem por cerca de 50€, embora comprar o Exils seja quase impossível.
Recentemente Paul Graham editou o seu A Shimmer of Possibility numa edição pequena de dez livros numa caixa que hoje vale cerca de 650Gbp (novo).

Mas nem só as monografias se podem transformar em bons investimentos, os livros de ensaios também e recentemente o falecimento do Bill Jay transformou o seu On Being a Photographer editado em 1997 e reeditado até 2007 numa verdadeira loucura: um pequeno livro de capa mole com 160 páginas passou de cerca de 15Gbp para 180Gbp! Nos EUA atinge valores à volta dos 300USD!, isto valores para livros usados porque novo nem pensar. O Selected Essays and Interviews do Jeff Wall é outro caso, lançado em 2007 por um preço que andava por volta dos 29€ já duplicou de preço e nos EUA já triplicou de preço, em casos extremos já chegou às 100Gbp.

É lógico que pensar que de repente vai desatar a comprar livros e que os mesmos vão valorizar 100, 200 ou 300 por cento, é completamente descabido e o meu conselho é o mesmo que dou a quem quer iniciar uma pequena colecção de fotografia: começar devagar, estar atento aos valores emergentes, ler blogues e revistas que lhe permitem obter o máximo de informação, não comprar por impulso e comprar primeiras edições de fotógrafos de renome se for edição pequena e/ou limitada. Talvez o melhor conselho seja de facto comprar monografias de fotógrafos que gosta ou de correntes estéticas que aprecie, arrisque um eventual fora-de-tópico para descobrir algo de novo – ou mesmo descobrir que não gosta -, não esqueça velhos e novos valores. Uma colecção contruída com ‘coração’ será sempre uma colecção que lhe dará prazer ver e revistar, seja de monografias, fotografias ou caixas de fósforos.


8 Responses to “Monografias: investimento ou livro?”


  1. Setembro 3, 2009 às 12:10 am

    Um livro que me é muito apetecível é o catálogo da exposição “New Topographics: Photographs of a Man-Altered Landscape”, mas esse também é daqueles proibidos. Está a 600 dólares na amazon!

  2. Setembro 25, 2009 às 1:25 pm

    Acho que esse livro nem é propriamente uma reedição, mas sim um livro sobre a exposição (o que me interessa ainda mais do que um catálogo).

    Agora ajuda-me lá a decifrar um enigma… Na tua loja da Amazon os preços estão em libras e, feitas as contas, o livro está a 31 euros. Através da Amazon.com, e fazendo o câmbio de dólares, fica a 25 euros.
    Como já tens experiência nestas andanças, sabes-me dizer qual deles sairá mais em conta tendo em vista os portes de envio e as taxas de alfândega?

    Obrigado.

  3. Setembro 25, 2009 às 1:52 pm

    Acho que é mesmo uma reedição…

    Eu já não compro na Amazon.com há muito tempo, primeiro porque como compro vários livros de cada vez para poupar nos portes, as taxas de alfândega têm que ser levadas em conta (5% de IVA) e depois o manuseamentos dos nossos CTT em tudo o que passa pela alfândega é desastroso, ou seja se queres bom serviço tens que mandar vir via UPS ou similar e fica muito caro. No meu caso muitas vezes não compensa mandar vir da Amazon.com pelo o que te expliquei. Se fazes compras esporádicas aconselho-te a comparar preços até porque se a libra começar a subir começa a ser díficil aguentar o preço. Mas existem livros que ficam muito mais baratos na Amazon UK, The Solitude of Ravens é um dos exemplos, isto se lhe juntares os portes e o IVA.
    Se tiveres sorte e se a compra for inferior a 50€ pode até acontecer não seres tributado mas isso nem sempre acontece e outra coisa que me irrita é o facto de a tributação ser feita pelo total da factura ou seja tributam tudo incluindo os portes.

    E já agora eu também tenho loja na Amazon.com por isso se precisares do link diz.

  4. Setembro 25, 2009 às 3:05 pm

    Entretanto informei-me junto da Direcção-Geral das Alfândegas e, neste caso específico, apenas acresce o valor de 20% do IVA, tanto para a compra feita nos EUA como em Inglaterra.

    Portanto, se quiseres, dá-me o link da tua loja na Amazon.com.

  5. Outubro 29, 2009 às 1:20 pm

    Desculpem a intromissão, mas trata-se de facto de dois livros diferentes.
    O livro que o Diogo refere diz respeito ao catálogo da exposição feita em 1975 por William Jenkins e que marcou uma nova geração de fotografos e um género fotográfico.
    Foi possível ver pela primeira vez e juntos, os trabalhos do casal Becher, de Stephen Shore, Robert Adams, Lewis Baltz, entre outros.
    É talvez devido ao caracter marcante desta exposição que o catálogo seja tão caro.

    Mas em todo o caso, este ano a exposição será reeditada e provavelmente haverá uma nova reedição do catálogo. Vejam aqui uma delas: http://www.lacma.org/art/ExhibTopo.aspx

    A exposição está a ser organizada pela Universidade do Arizona, onde trabalha justamente William Jenkins, o curador da exposição original.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


mário venda nova

contactos:

tlm 965 275 830

skype: elogiodasombra

"eu não quero saber se sou o primeiro a dar a notícia, só me preocupo em ter a informação correcta e fazê-lo bem. Essa é uma pressão diária."

larry king

trabalhos pessoais


mariovendanova.com
[este é o meu sítio pessoal onde estão os meus projectos já consolidados e acabados]

in every kind of light
[aqui estão os rascunhos dos meus projectos correntes e inacabados]

publicação de fotos

todas as fotografias pertencem aos respectivos autores assinalados e são publicadas apenas no estrito interesse do comentário e crítica sobre fotografia.

recursos


Loja 'o elogio' na Amazon
[larga variedade de livros de e sobre fotografia. se comprar via este link recebo uma pequena percentagem.]

Loja 'o elogio' na Amazon.com (EUA)
[igual ao link acima mas para a loja da Amazon EUA, de todas as compras continuo a receber uma pequena percentagem.]

Monochrom
[loja boutique, com artigos que não se encontram noutras lojas. os pápeis de impressão fine-art são bons.]

arquivo

stats