23
Set
10

Em Vilarinho das Furnas ou como o Gerês está a arder lentamente…

Hoje fomos caminhar na mata da albergaria, o carro esse ficou no início do percurso. Pelo caminho não se encontrou um único caminhante mas carros vários, todos de matrícula portuguesa, o único carro de matrícula estrangeira que encontramos estava estacionado, tal e qual como o nosso, no início do percurso. É pena que poucas pessoas disfrutem deste percurso a pé. Do lado de Vilarinho das Furnas um incêndio, já neste ano, pura e simplesmente dizimou o mato todo até quase Brufe.

Esta zona era quase dominada por mato rasteiro mas mesmo assim é uma perda importante para o PNPG, é desolador ver os montes cobertos de preto, com as pedras enegrecidas pelas chamas e pelo fumo. Mas talvez o que me espantou mais foi ver no terreno que o fogo rondou o início da mata da albergaria e uma zona de pinheiro na margem da albufeira (junto à geira romana) ardeu por completo. É um panorama triste e, na minha opinião, é apenas o rosto vísivel do abandono a que o parque está votado pelas autoridades responsáveis pelo ambiente deste país. Mas estamos em Portugal e nada é de espantar… Tenho vontade de fotografar o máximo do parque porque acho que a continuar completamente abandonado como está não faltarão muitos anos para que as matas seculares sejam atingidas pelos incêndios – este ano rondaram esta mata e consumiram uma parte da de Cabril, tendo há cerca de cinco anos consumido parte da do Mezio.

A chuva obrigou-me a regressar à Vila do Gerês e a outra surpresa estava pelo caminho, regressamos pela estrada dos miradouros e que liga Campo do Gerês à Vila pela estrada antiga e estava tudo ardido…
Ou seja a mata da albergaria esteve cercada pelo fogo po ambos os lados dado que esta encosta é oposta à da albergaria. Neste trajecto está tudo ardido desde o miradouro de jucenda até à Vila, tudo é um enorme manto negro e aqui ardeu uma considerável área de floresta em grande parte constituída por pinheiro, o contraste entre o chão negro e o laranja das agulhas dos pinheiros é enorme o que ainda faz sobressair mais o cenário dantesco da encosta. No entanto a natureza renova-se e os fetos estão a despontar e o chão está cheios de flores de Crocus (açafrão). Mas o local vai precisar de uma intervenção forte do parque e aguardo o seu início, espero sinceramente que não deixem as mimosas invadir a encosta como já aliás está a acontecer junto à Vila.

E assim se passou o dia de hoje…


0 Responses to “Em Vilarinho das Furnas ou como o Gerês está a arder lentamente…”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


mário venda nova

contactos:

tlm 965 275 830

skype: elogiodasombra

"eu não quero saber se sou o primeiro a dar a notícia, só me preocupo em ter a informação correcta e fazê-lo bem. Essa é uma pressão diária."

larry king

trabalhos pessoais


mariovendanova.com
[este é o meu sítio pessoal onde estão os meus projectos já consolidados e acabados]

in every kind of light
[aqui estão os rascunhos dos meus projectos correntes e inacabados]

publicação de fotos

todas as fotografias pertencem aos respectivos autores assinalados e são publicadas apenas no estrito interesse do comentário e crítica sobre fotografia.

recursos


Loja 'o elogio' na Amazon
[larga variedade de livros de e sobre fotografia. se comprar via este link recebo uma pequena percentagem.]

Loja 'o elogio' na Amazon.com (EUA)
[igual ao link acima mas para a loja da Amazon EUA, de todas as compras continuo a receber uma pequena percentagem.]

Monochrom
[loja boutique, com artigos que não se encontram noutras lojas. os pápeis de impressão fine-art são bons.]

arquivo

stats