23
Fev
11

O dilema de uma opção ou a incerteza da curadoria…

Se acompanharam este blogue nas últimas semanas repararam que tenho publicado diversos trabalhos de fotógrafos e cuja selecção não foi aleatória, existe uma clara opção da minha parte em expor aqui esses trabalhos em detrimento de outros. Podemos entender essa publicação como uma espécie de curadoria online onde eu como “comissário” faço opções que depois se tornam públicas e visíveis aqui. É para mim uma claríssima linha de trabalho para este blogue, na galeria Colorfoto isso já está implícito, como espaço de exposição online, de análise e ou crítica. A parte da crítica é efectuada antes da publicação pelo é natural que sejam publicados apenas trabalhos que considero bons. É um facto que assim será tudo bom mas não vejo validade nenhuma em publicar trabalhos cujo interesse – mais uma vez na minha perspectiva de curadoria online – é menor face aos que aqui são publicados, assim nem tudo é bom, o mau é que já ficou pelo caminho… Pontualmente será de interesse para determinado tópico fazer essa abordagem bom versus mau mas como linha de publicação serão apenas publicados bons trabalhos.

Mas em termos de curadoria/comissariado o que é que eu procuro?
Resposta: projectos e séries. Existe algo que eu definitivamente não procuro: fotografias desconexas, sem ligação, por muito bonitas que sejam, se me cruzar com um trabalho composto exclusivamente por um grupo de boas fotos mas cuja ligação não existe eu prefiro não expor. E assim passo aos projectos e às séries.

Projectos
A ideia de projecto pressupõe uma ideia e partindo dessa estrutura um conjunto de fotografias é organizado desde a captura, passando pela edição até à selecção final. Para mim um bom projecto deve ter uma organização inteligente e deve estar estruturado com principio, meio e fim. Os melhores projectos colocam questões, intrigam os espectador e fornecem algumas respostas mas sem o anunciar, são também introspectivos no sentido de que dão corpo a uma série de interrogações que o artista tem e para as quais procura respostas. O seu projecto é uma reacção a uma ideia mas também a uma série de questões que o fotógrafo tem.
Dito isto não gosto de projectos demasiado introspectivos ou que abordam com demasiada proximidade a vida do próprio fotógrafo, não gosto muito do conceito voyeurista que alguma fotografia expõe, nada contra é apenas uma posição pessoal.
Um bom projecto tem sempre um fim, uma finalidade para o qual foi preparado: uma exposição, um livro, uma galeria online. O conjunto dessas finalidades constituiu o portfolio de determinado projecto.

Série
A série é um conceito muito interessante do ponto de vista estético. A série é um conjunto de fotografias cuja ligação é imediatamente reconhecida pelo espectador dado que abordam todas os mesmo tema, talvez o exemplo mais reconhecível sejam as fotografias dos Becher. Os Becher recolheram durante anos fotografias sobre vários tipos de instalações industriais na Alemanha e durante as suas aulas influenciaram diversos alunos que seguindo o exemplo deles se dedicaram à serialização de vários temas, Simone Nieweg fez uma série interessante sobre hortas comunitárias.
Na série a ligação é o tema mas também a parte visual, quando mais idênticas são as fotografias mais coesa se torna a série. O risco é maior do que no projecto dado uma má opção invalida a série inteira, o erro paga-se caro aqui. Gosto muito das séries que abordam os temas do quotidiano – paragens de autocarros, contentores do lixo, parques de estacionamento, etc. -, equipamentos cujo uso quotidiano os torna “invisíveis” aos nossos olhos.

A curadoria, online ou não, significa escolher e isso pressupõe excluir (mas isso está inerente à tarefa), o que coloca uma pressão enorme nas escolhas que publico aqui mas assumo o risco e as escolhas. Espero assim contribuir com uma selecção muito interessante de trabalhos acima da média, cuja relevância para a fotografia actual seja importante. Estou como sempre aberto a sugestões e críticas.

Advertisements

1 Response to “O dilema de uma opção ou a incerteza da curadoria…”



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


mário venda nova

contactos:

tlm 965 275 830

skype: elogiodasombra

"eu não quero saber se sou o primeiro a dar a notícia, só me preocupo em ter a informação correcta e fazê-lo bem. Essa é uma pressão diária."

larry king

trabalhos pessoais


mariovendanova.com
[este é o meu sítio pessoal onde estão os meus projectos já consolidados e acabados]

in every kind of light
[aqui estão os rascunhos dos meus projectos correntes e inacabados]

publicação de fotos

todas as fotografias pertencem aos respectivos autores assinalados e são publicadas apenas no estrito interesse do comentário e crítica sobre fotografia.

recursos


Loja 'o elogio' na Amazon
[larga variedade de livros de e sobre fotografia. se comprar via este link recebo uma pequena percentagem.]

Loja 'o elogio' na Amazon.com (EUA)
[igual ao link acima mas para a loja da Amazon EUA, de todas as compras continuo a receber uma pequena percentagem.]

Monochrom
[loja boutique, com artigos que não se encontram noutras lojas. os pápeis de impressão fine-art são bons.]

arquivo

stats