Posts Tagged ‘CPF

17
Jan
11

Estação Imagem | Mora

O Prémio de Fotojornalismo 2010 Estação de Imagem | Mora está em exposição no CPF no Porto. É uma excelente oportunidade de ver como está a fotografia de reportagem em Portugal e de ver alguns dos melhores trabalhos publicados no ano de 2010; é também a primeira edição do Prémio de Fotojornalismo e a segunda edição já tem as inscrições abertas.

Em relação à exposição o destaque vai para o trabalho brilhante de Paulo Pimenta, um fotógrafo com uma visão de reportagem e de composição fenomenal. Dizer que é um grande trabalho de reportagem é minimizar este conjunto. Tive o prazer de trabalhar na Galeria Colorfoto com o Paulo Pimenta e além de excelente fotógrafo, o Paulo é a todos os níveis uma pessoa extraordinária. Mas as imagens são de facto brilhantes, com excelente composição e estética mas sobretudo é um trabalho lúcido que reflecte bastante bem sobre o tema retratado – a desactivação da linha do Sabor – bem como toda a envolvente humana e paisagística.

O trabalho de Ricardo Meireles sobre S. João da Madeira, um trabalho introspectivo, distanciado mas ao mesmo tempo envolvente. Tem um carácter bastante contemporâneo, quase de autor e isso destaca-o pela positiva, tem a tranquilidade de um trabalho em grande-formato mas acrescento que não conheço o suporte utilizado. Como reportagem é suficientemente diferente para ser um olhar único sobre o tema abordado, é mais arte do que reportagem é por isso tem a minha segunda preferência.

O trablho de Nacho Doce sobre um casal de idosos em que a mulher sofre de Alzheimer é uma peça tocante sem ser lamechas – desculpem a expressão – uma peça que foca a vida de um casal que aos 80 anos e confrontado com a doença se viu obrigado a uma troca de papeis, algo brutal para um homem de 82 anos. Pungente.

O trabalho do João Carvalho Pina sobre as favelas do Rio já é conhecido mas não deixa de ser uma boa surpresa ver este trabalho ao vivo e a força que o mesmo transmite. Outro trabalho a preto&branco – tal como o trabalho de Paulo Pimenta – que neste caso é uma escolha inteligente. É talvez um dos poucos portfolios que segue melhor os cânones do fotojornalismo e isto no bom sentido. Tem imagens onde se sente o perigo e a ameaça é quase palpável e isso é uma mais-valia deste conjunto.

Nelson Garrido tem um trabalho notável sobre a imigração da Mauritânia para os países da europa, em busca de uma vida mais digna. Um trabalho que contextualiza bem a situação que leva os habitantes deste país a deixar tudo para trás e bordo de frágeis barcos de madeira, a caminho de uma terra prometida que grande parte das vezes não os deseja.

O prémio é uma iniciativa excelente para a divulgação do bom fotojornalismo em Portugal e não podia ter começado de melhor forma, tal é a qualidade dos vencedores. É ao mesmo tempo uma nova perspectiva sobre o fotojornalismo, onde se dislumbram já novas linguagens, muito próximas de trabalho de autor, no geral já longe das linguagens muito marcadas do fotojornalismo: o trio guerra/crime/desporto.

Rating: ****

Anúncios
10
Nov
09

Exposições – Giovanni Chiaramonte no CPf.

cpf 12
Está mesmo nos últimos dias mas nem por isso devem perder esta exposição no CPf. A exposição ‘Nas fronteiras do mar’ é uma viagem pelo tempo e pela memória, seja ela individual ou colectiva. Para isso o fotógrafo captou pequenos instantes suspensos entre o passado e o presente numa linguagem visual interessante e que serve os propósitos do seu conceito; apresentada através de fotogramas de cor pálida e ‘dessaturada’ com uma ligeira dominante amarela, também aqui o fotógrafo joga magistralmente bem com o (tempo) passado e com o conceito de amarelecimento das fotografias com o passar dos anos, fenómeno bem conhecido de quem guarda fotografias como memórias e recordações.
Continue a ler ‘Exposições – Giovanni Chiaramonte no CPf.’

10
Nov
09

Exposições – J. Laurent no CPf.

Este fim de semana foi mais uma vez a festa da arte em Miguel Bombarda mas reconheço que passei por lá muito rapidamente, nenhuma exposição de fotografia à vista, muita gente na rua e para mim celebrar a arte não é coisa que se faça numa tarde de dois em dois meses, para mim é algo que se celebra todos os dias. Mas devo estar em minoria porque dada a afluência semanal às galerias, a festa deve dar só para um presença bimestral. Numa nota particular notei que nas ruas da zona onde existem galerias fora deste circuíto estavam às moscas, o segundo espaço da Fernando Santos, a pouco mais de cem metros da galeria principal em Miguel Bombarda, estava vazio…

Mas a proximidade do CPf salvou a tarde. Um dia destes tenho que realmente passar a escrito aquilo que guardo para mim sobre o CPf mas esta não me parece o tempo próprio mas algo vai mal debaixo dos tectos daquele edíficio que neste momento me leva a considerar que aquilo está sem um rumo definido e que mesmo em dia de celebração da arte não atrai público. De facto nas duas exposições que visitei, apenas um casal de espanhóis me fez companhia, o que diga-se em abono da verdade é absolutamente marginal para um espaço como aquele. Mas de volta às exposições…

Neste momento o CPf tem patentes duas exposições, a de J. Laurent e a de Giovanni Chiaramonte, a que dedicarei outro artigo em seguida. A de J. Laurent é um exímio exemplo do que o CPf é bom: fotografia de autor, histórica e com contexto à sua época.
cpf 2
Continue a ler ‘Exposições – J. Laurent no CPf.’

14
Jul
09

Porto: o que ver…

Para estes dias de verão as actividades ao ar livre são sempre interessantes e a exposição ‘Homem T’ na Av. dos aliados é um exemplo disso.
Porto 1Esta exposição do Espaço T pretende ser uma reflexão sobre o homem actual e propõe a intervenção de vários artistas sobre o mesmo suporte – manequins de fibra de vidro, indo um pouco mais além do carácter decorativo dos mesmos.
Porto 2

O CPf propõe-nos a exposição ‘invisões’ sobre as obras dos fotógrafos franceses que apresentam um olhar sobre Portugal e que pertencem à colecção do Centro.
Porto 4Fotografia de recorte clássico, impressões analógicas de bom porte mas mais nada a assinalar. Apesar de tudo tem uma secção com fotografia em Albumina numa sala quase às escuras por causa da sensibilidade das obras expostas (acho eu, mais nenhuma explicação está disponível ao público) onde figura a famosa fotografia de Cartier-Bresson, ‘Derriere la gare St Lázare’. É uma experiência única estar perante um dos icones da fotografia e vale a pena ir lá só para a ver.
Porto 5




mário venda nova

contactos:

tlm 965 275 830

skype: elogiodasombra

"eu não quero saber se sou o primeiro a dar a notícia, só me preocupo em ter a informação correcta e fazê-lo bem. Essa é uma pressão diária."

larry king

trabalhos pessoais


mariovendanova.com
[este é o meu sítio pessoal onde estão os meus projectos já consolidados e acabados]

in every kind of light
[aqui estão os rascunhos dos meus projectos correntes e inacabados]

publicação de fotos

todas as fotografias pertencem aos respectivos autores assinalados e são publicadas apenas no estrito interesse do comentário e crítica sobre fotografia.

recursos


Loja 'o elogio' na Amazon
[larga variedade de livros de e sobre fotografia. se comprar via este link recebo uma pequena percentagem.]

Loja 'o elogio' na Amazon.com (EUA)
[igual ao link acima mas para a loja da Amazon EUA, de todas as compras continuo a receber uma pequena percentagem.]

Monochrom
[loja boutique, com artigos que não se encontram noutras lojas. os pápeis de impressão fine-art são bons.]

arquivo

stats