Posts Tagged ‘vanity fair

05
Maio
10

Laptopogram (+)

The Indian Memory Project
Um projecto da fotógrafa Anusha S Yadav que pretende recolher fotos antigas e as histórias das pessoas retratadas. Tem um blogue com o mesmo nome.

Intensive care
A fotografia contemporânea tem cada vez mais este lado de história pessoal em que o privado resvala para o público, não sei se será um voyeurismo ao contrário mas tem dado bons projectos a conhecer. Neste caso Andrea Stultiens conta-nos a sua relação com uma unidade de cuidados intensivos após um acidente grave da sua irmã e o seu namorado e guia-nos desde a permanência na unidade até à morte e funeral dos dois. Será publicado em breve em livro.

Laptopogram
Quando quase tudo estava descoberto eis que surge mais uma técnica fotográfica nova: o laptopogram. A técnica consiste em expor papel fotográfico à luz de um monitor de um portátil que emite uma imagem que sensibiliza o papel. Também é necessária uma pequena rotina de software que permita ao monitor piscar por uns breves segundos.

No half measures
Uma opinião interessante sobre o que verdadeiramente separa os praticantes sérios e os meros entusiastas no bowling e na fotografia.

Tiger’s long tail
As aventuras extra conjugais de Tiger Woods chegam à Vanity Fair que conseguiu fazer uma pequena reportagem com quatro das suas ex-amantes. As fotografias não ajudam a dar um ar sério à questão e parece-me fotojornalismo rasca quando comparado ao melhor que a revista já nos deu. Mas a saga Tiger Woods vende e contra isso não há muitos argumentos. Agora que é pena ver isto ao lado de uma Annie Leibovitz (mesmo que não aprecie o seu trabalho por aí além…) lá isso é…

Anúncios
17
Abr
09

symphony’s channel no youtube (+)…

i want a print
Arte acessível? Depois do conceito introduzido pelo 20×200 os sítios online de venda de arte acessível têm-se replicado. Ainda é cedo para perceber o alcance e o impacto destas iniciativas no contexto global do que é hoje a fotografia e qual o papel da democratização do suporte na eleição da fotografia como a arte ‘pop’ do séc. XXI. Mas torna-se bastante interessante verificar que esta nova forma de comercializar arte se está a tornar uma excelente rampa de lançamento para novos talentos, artistas que de outra forma nunca chegariam às galerias mas porém verifica-se uma certa uniformidade de ‘linguagem’ que contradiz toda a pluralidade de artistas que têm surgido.

Jorge Colombo na 20×200
O artista português Jorge Colombo tem à venda na 20×200 quatro ilustrações muito interessantes. A particularidade destas ilustrações é que foram produzidas com uma aplicação para o iPhone/iPod Touch chamada Brushes. Uma bela forma de aplicar tecnologia corrente e barata para produzir obras de arte…
(Para os mais curiosos existe um grupo no Flickr onde podem encontram obras efectuadas com esta aplicação).

Symphony’s channel no YouTube
O YouTube reuniu uma série de músicos clássicos amadores e profissionais através de um concurso para tocarem no Carnegie Hall uma peça composta expressamente para esta ocasião pelo célebre compositor Tan Dun. O vídeo ‘mash-up’ da sinfonia com várias selecções de músicos que concorreram é fantástico. O acto I já está disponível para visualização na plataforma.

Hiroshi Sugimoto faz acordo mediaval com os U2
Basicamente é um sistema de troca directa: o fotógrafo dá a fotografia para a capa do disco, os U2 cedem-lhe músicas para futuras instalações do artista, nada de surpreendente. Espantam-se algumas afirmações de que isto é uma machada na fotografia, que a arte não é moeda de troca, etc. Para aos mais distraídos gostaria de recordar o bom velho hábito de troca de ‘prints’ entre fotógrafos, que se perdeu agora porque é preciso vender fotografia e isso entra em choque com essa prática. Mas era interessante ver dois fotógrafos que se admiravam mutuamente a trocar impressões fotográficas que depois constituiam o seu ‘espólio’. O Moby tem um sítio onde tem várias músicas que a pedido podem ser usadas gratuitamente em suportes artistícos (filmes, curtas, animação, slideshows, etc.), é menor artista por isso? Alguém questiona o espólio das galerias? Ou o dinheiro já manda mais que a vontade do artista? Sugimoto não está a dar a sua arte de borla mas nas mentes brilhantes de alguns teóricos a coisa pode criar um precedente perigoso. Para quem?…
Na minha matemática simples U2 e fotógrafo ficam a ganhar sem gastar um cêntimo e pode criar um modelo alternativo de negócio para os tempos de crise que correm. Se irá conseguir impor-se ou não logo se verá.

11
Fev
09

hollywood portfolio.

O leitor Tiago Ramos indicou-me mais uma galeria na Vanity Fair da autoria de Annie Leibovitz, a segunda que divulgo esta semana, digamos que não sou o maior fã da fotógrafa mas esta galeria parece-me muito mais consistente do que a anterior sobre o staff do presidente Obama.

Aqui Annie Leibovitz reuniu uma série de actores e de realizadores numa sessão onde procurou retratar a simbiose entre ambos e sobretudo espelhar as preferências que os realizadores têm por determinados actores. A galeria tem boas fotografias, é bastante homogénea e uns furos acima do trabalho recente de Annie.

actors-directors-0903-pp103© Annie Leibovitz/Vanity Fair

actors-directors-0903-pp052© Annie Leibovitz/Vanity Fair

09
Fev
09

o team obama na vanity fair.

Um artigo para a Vanity Fair pela fotógrafa Annie Leibovitz sobre o staff do novo presidente dos EUA, Barack Obama. Longe do desastre que foi o calendário Lavazza, este trabalho é sóbrio mas sem perder a marca da fotógrafa. É um bom trabalho mas algo irregular, sem grandes surpresas mas que não desaponta totalmente.
obama-portfolio-0903-pp03© 2009 Annie Leibovitz/Vanity Fair

No slideshow é possível apreciar todas as fotografias do conjunto mas de facto para mim são estas duas que se destacam claramente acima de todas. No entanto existe algo ‘estranho’ na iluminação da primeira que me leva a desconfiar se todas os retratados foram de facto fotografados ao mesmo tempo ou se foram ‘colados’ posteriormente…

obama-portfolio-0903-pp09© 2009 Annie Leibovitz/Vanity Fair




mário venda nova

contactos:

tlm 965 275 830

skype: elogiodasombra

"eu não quero saber se sou o primeiro a dar a notícia, só me preocupo em ter a informação correcta e fazê-lo bem. Essa é uma pressão diária."

larry king

trabalhos pessoais


mariovendanova.com
[este é o meu sítio pessoal onde estão os meus projectos já consolidados e acabados]

in every kind of light
[aqui estão os rascunhos dos meus projectos correntes e inacabados]

publicação de fotos

todas as fotografias pertencem aos respectivos autores assinalados e são publicadas apenas no estrito interesse do comentário e crítica sobre fotografia.

recursos


Loja 'o elogio' na Amazon
[larga variedade de livros de e sobre fotografia. se comprar via este link recebo uma pequena percentagem.]

Loja 'o elogio' na Amazon.com (EUA)
[igual ao link acima mas para a loja da Amazon EUA, de todas as compras continuo a receber uma pequena percentagem.]

Monochrom
[loja boutique, com artigos que não se encontram noutras lojas. os pápeis de impressão fine-art são bons.]

arquivo

stats