Archive for the 'literatura' Category

27
Maio
10

Market Day – James Sturm

Regresso aos livros não com uma edição sobre fotografia mas com um livro de banda desenhada. E digo já que regresso muito bem.
Market Day de James Sturm foi um das boas leituras que passou cá por casa, um livro simples, escorreito e com uma excelente história. A históra acompanha um dia na vida de Mendleman um criador de tapetes e a sua jornada de labor a caminho do mercado onde irá vender os seus tapetes. Sturm consegue captar de forma magistral todas as alterações de humor e sentimentos do personagem através do desenho/cor mas Sturm também reflecte sobre o processo criativo através do seu personagem, acompanhando o seu processo criativo. É interessante descobrir como Mendleman concebe os seus tapetes, absorvendo tudo o que o rodeia e nunca desligando a sua imaginação, afinal é isso que faz dos seus tapetes algo especial. Mas Sturm reserva a Mendleman uma série de reveses que irão transformar a sua vida…

Através do uso judicioso da cor Sturm consegue passar para o leitor o estado de espírito do personagem e todo o seu conflito após a série de reveses que transformam o seu dia e no final irão transformar a sua vida. Aqui estamos longe das produções digitais de larga escala, nesta história argumento e desenho combinam-se para criar um livro único que ultrapassa a banda-desenhada para se transformar num livro com mérito próprio.
A descrição do processo criativo é algo com que as pessoas que criam arte, ou obras que aspiram a sê-lo, facilmente se conseguem relacionar; a paixão que se coloca na sua criação, a expectativa de as colocar à disposição do público, o reconhecimento, ou a sua falta, da criatividade é algo pelo qual muitos artistas e artesão passam. Sturm põe isso no papel de uma forma tão eficaz que é quase impossível não sentirmos como nossos os desaires e alegrias de Mendleman.

Foi exactamente por causa de obras destas que me senti atraído, já lá vão alguns anos, para a banda-desenhada de autor. Este livro é algo extraordinário e que merece um lugar em qualquer estante, é assim tão bom.
A edição de bom recorte, excelente papel e impressão faz valer os cerca de 25€ que custa o livro mas por trás disto está uma história que nos agarra do princípio ao fim, eu pessoalmente li-o de uma assentada, o que me acontece raramente. É assim tão bom…

Altamente recomendado portanto!
Esta obra pode ser adquirida na Livraria Mundo Fantasma no Shopping Brasília no Porto e podem contactar a livraria através do blogue da Mundo Fantasma.

Anúncios
05
Jul
09

E assim vai a leitura em Portugal…

Hoje, domingo, de manhã em frente a uma livraria conhecida em Sta Catarina. Um casal jovem, cerca de 35 anos, a ver a montra; ele descobre o anúncio do lançamento do novo livro de Miguel Sousa Tavares e diz:
ele – este também anda metido nisto?!
ela – uh?
ele – nos livros, não fazia novelas?…

26
Set
08

Terra de neve – Yasunari Kawabata.

oeds

Foi o último romance que me passou pela mesa de cabeceira, iniciei a sua leitura mas interrompi-a em tempo de férias. Recomecei a lê-lo e depressa me apercebi que é uma pequena obra prima, intenso e profundo, o que me levou a terminá-lo rapidamente.
Este pequeno livro – tem cerca de 170 páginas – conta-nos a história de um homem que viaja para o Japão rural para as termas, lá rapidamente descobre Komako, uma jovem geisha que o irá acompanhar. A relação que nasce entre os dois está, inevitalvelmente, votada ao insucesso mas mesmo assim, ou talvez por isso mesmo, cria em ambos uma ligação profunda onde cada um dos intervenientes se irá entregar, com final distinto para cada um. O livro consegue uma descrição brilhante de toda a envolvente fisíca, de espaço e tempo mas é extraordinário na construção das duas personagens que vamos descobrindo ao longo das páginas do livro através da sua interacção, umas vezes cordial outras vezes em conflito aberto adivinhando o desfecho provável da história.

Dislumbra-se em Komako uma jovem geisha, bonita mas pouco segura de si, ainda infantil e pouco madura; Shimamura é um homem maduro mas com um conflito interno evidente que o obriga a voltar à estação termal, temporada após temporada para se encontrar com Komako, uma situação por vezes desconfortável para ambos em virtude do meio rural onde está situada a estação termal. Shimamura é um homem perdido entre duas épocas, um Japão moderno em transição de um estado rural, Komako é uma jovem deslumbrada pela ingenuidade do amor.
Um livro terno, algo soturno mas de uma beleza irresitível apenas estilhaçada pelo final inesperado. Altamente recomendado.

21
Jan
08

Na praia de Chesil – Ian McEwan.

oeds2Agora que o ‘Expiação‘ foi transformado em filme, acabo de ler este livro do mesmo autor e que é a sua última obra publicada no nosso país. Não li o ‘Expiação’ e este é o meu primeiro contacto com a obra deste autor mas reconheço que fiquei com vontade de conhecer de ler o resto da obra.

Na praia de Chesil‘ é um pequeno livro que se lê apaixonadamente em poucas horas, é impossível resistir a esta história que se adensa à medida que a mesma se aproxima do fim. O livro conta o percurso de um casal de jovens através da sua paixão até ao momento do seu casamento, numa relação extraordinária mas com um fim trágico à vista. Na noite de núpcias ambos enfrentam os seus medos mais íntimos sem nada contar ao outro o que os aterroriza; Florence vive numa angústia aterradora por ter de enfrentar algo que abomina tão profundamente e de tal maneira que não sabe se o seu amor por Edward será suficiente para conseguir enfrentá-lo, este por sua vez vive com o medo de não conseguir atingir as expectativas de Florence, alguém que considera inteligente, moderna e experiente. Do confronto destes medos, calados, sem solução fácil, nascerá uma experiência que irá abalar para sempre as suas vidas de um modo devastador…

Um livro que revela a importância das palavras não ditas, talvez mais do que as ditas, e onde McEwan descreve com mestria os sentimentos, dúvidas que assombram estes dois jovens. Um pequeno romance magistral com um final arrasador que não deixará ninguém indiferente. Recomendado.

25
Set
07

Passeios e percursos irrepetíveis.

pnpg2Este é o guia que me acompanhou durante a semana que esrive no Gerês. É um guia dirigido aos caminhantes e/ou fotógrafos, com a descrição dos locais mais interessantes em cada percurso (vinte no total), juntamente com notas sobre a fauna e flora específicas de cada local e sobre os locais de maior interesse fotográfico. Para quem gosta de caminhadas é uma edição imperdível. Tem alguns defeitos, nomeadamente os mapas que poderiam ser melhorados, com indicações mais precisas e poderiam ter adicionado algumas indicações para quem usa GPS, sobretudo se atendermos que os autores o consideram como uma ferramenta essencial para quem faz este tipo de passeios.

Numa nota final salianto o facto de a editora ser espanhola e que tem um catálogo que contém quase exclusivamente este tipo de guias e outros sobre turismo sustentável. Vale a pena visitarem o sitío da Alhena Media.

17
Set
07

‘Pilgrims’ or how to publish a lousy book.

When i found this book on the bookshelves of a well know library in Oporto i couldn’t believe my eyes: the book only costs 3,86€! The book was closed so i could not see the quality and the paper but it is about a subject very keen to me – Tibet and buddhism, so i threw all the caution to the wind and i purchased the book.

oeds1

Well, the book is awful. The scans have major colors shifts and casts, the faces are away too dark to recognize someone. There’s nothing good to be said about this book. And i mean nothing. Some series of photos seam just like the photographer shoot a bunch of photos and latter she couldn’t decided whatever was the ‘one’ to choose and decided to publish all of them, just to repeat herself ad nauseum. Awful. If you see it in the bookshelves run from it like you would run from a bad disease. It’s that bad.

Encontrei este livro na FNAC do Porto. Quando vi o preço nem queria acreditar: 3,86€. Como estava fechado nem hesitei e comprei-o. Os temas, o Budismo e o Tibete, são dois temas que aprecio bastante e foi o suficiente para o trazer comigo (e para engordar a colecção de livros de fotografia).
Bem, o livro é péssimo. As digitalizações, suponho que a partir de diapositivos, estão absolutamente mal executadas e pior publicadas. As fotos apresentam desvios de cor substanciais e dominantes que lhe conferem um aspecto bizarro, como se tudo se passasse num planeta distante. Nunca vi digitalizações tão mal feitas, e já tenho a minha conta delas, as caras de tão escuras estão irreconhecíveis.
A creatividade e imaginação também andam arredadas do livro. Composição estranha, quase anormal, não há ligação com o tema nem impacto emocional que nos atraia para dentro do mesmo. Há grupos de fotografias que parecem experiências à volta do tema e que depois a autora sem saber escolher a melhor decidiu publicá-las todas.
Bem os 3,86€ serviram para provar que não basta ter um nome sonante para fazer um bom livro (nunca foi condição essencial). O dinheiro não paga tudo nem encobre a falta de talento e creatividade. Se encontrarem este livro, fujam dele como da peste. É mesmo mau.

07
Ago
07

Pequenos guias da natureza – Orquídeas.

digwater049Um pequeno guia da série “Pequenos guias da natureza” da Plátano Editora, que está recheada de guias como este.




mário venda nova

contactos:

tlm 965 275 830

skype: elogiodasombra

"eu não quero saber se sou o primeiro a dar a notícia, só me preocupo em ter a informação correcta e fazê-lo bem. Essa é uma pressão diária."

larry king

trabalhos pessoais


mariovendanova.com
[este é o meu sítio pessoal onde estão os meus projectos já consolidados e acabados]

in every kind of light
[aqui estão os rascunhos dos meus projectos correntes e inacabados]

publicação de fotos

todas as fotografias pertencem aos respectivos autores assinalados e são publicadas apenas no estrito interesse do comentário e crítica sobre fotografia.

recursos


Loja 'o elogio' na Amazon
[larga variedade de livros de e sobre fotografia. se comprar via este link recebo uma pequena percentagem.]

Loja 'o elogio' na Amazon.com (EUA)
[igual ao link acima mas para a loja da Amazon EUA, de todas as compras continuo a receber uma pequena percentagem.]

Monochrom
[loja boutique, com artigos que não se encontram noutras lojas. os pápeis de impressão fine-art são bons.]

arquivo

stats